Você conhece a Mari, o Paulo e a Karine? Depoimentos sobre a vida sem glúten!

A Mari, o Paulo e a Karine, são três amigos que vieram me dar uma forcinha hoje! Todos eles tem algum tipo de intolerância ao glúten, e vão nos contar através de um pequeno depoimento sobre a vida sem glúten! Vem ler!


Mari:

Sobre minha nova vida com a intolerância a lactose e glúten!

O meu primeiro contato com a intolerância foi quando contei para meu ex-namorado que adorava tomar todinho ( ) e passava muito mal! Um belo dia que passei um final de semana na casa dele, ele havia me pedido para experimentar uma mistura aparentemente de achocolatado. Qual não seria a minha reação ao experimentar !? Uau! Um leite igualzinho o meu todinho! Tomei meio copo, ele me tirou o resto e esperamos um pouco… eu ainda sem saber do que se tratava perguntei-o qual era a mistura, ele me respondeu que era um leite diferente dos quais eu estava acostumada… Havia então, me lembrado de todas as outras vezes que comi/tomei algo que envolvia leite ou derivados… E o quanto mal havia passado.. Vômitos, dores de estômago, dor de cabeça… Logo relacionei: ‘massa’ outro dia que serei refém desta doença estranha… Quando na realidade, uma hora, duas, três e nenhum problema … Logo me dei conta que o leite especial era um leite para quem tinha intolerância a lactose! Não hesitei em deixar o roommate bravo, rs. E tomei o litro todo! Parecia que o quanto mais eu não podia tomar, mais eu o desejava!! Mas agora havia encontrado um aliado.Logo comecei a procurar mais sobre produtos sem lactose e descobri uma infinidade de leites, queijos, danones… Ainda não me acostumei com o tal soymilk para creme de leite (podemos fazer propaganda?) rs (Pode sim Mari! A foto está aí pros coleguinhas verem). creme-de-soja-soymilk-olvebra-200gE uma frustração muito grande na minha cidade do interior não ter leite condensado! mas chegaremos lá.
Tempo se passou, meses, e com ele uma dor de cabeça insuportável!!! À princípio achei que era estresse da faculdade mas logo percebi que era um pouco mais do que isso. Me deparei logo com uma suspeita de dengue! Logo nesta época que estamos em uma epidemia! Dias passaram e a dor permaneceu… Não aparecia todos os sintomas da dengue. Todavia, as dores de cabeça se agravando… O plantonista então sugeriu que eu teria uma grande intoxicação alimentar! Bingo! Estava lá! Toda escancarada e nçao havia nem me tocado que a intolerância a glúten estava a surgir na minha vida! Onde também precisei passar uma temporada sem carne! Logo fiquei extremamente chateada! Como não poderia ficar sem carne? Mas precisava da dor de cabeça mais fora da minha vida do que qualquer outra coisa.
Começa aqui a minha grande saga de o que comer na hora do almoço/ janta? Não havia o hábito de comer salada rs. o que iria fazer? O que qualquer pessoa faria hoje em dia!! Google it! Comecei então a ler e me informar sobre o que podia ou não entrar em minha alimentação. Foi quando pra mim bateu, caro leitor, rs. Não poderia por um tempo beber! Nunca havia me tocado que cerveja, vodka, whisky (Mari, corre ver nossos posts de cerveja! Aqui e aqui!) teriam que sair da minha vida! Vale a pena lembrar que na vodka, whisky não há glúten mas para o processo de desintoxicação eu precisaria, agora cerveja, sim há glúten!
Mas há males que vem para bem, e por incrível que pareça a dieta do glúten foi extremamente interessante a se começar fazer… Sinto meu corpo mais ativo, minha concentração maior, cabelo melhor, assim como minha pele. Ainda estou na fase da desintoxicação… Descobrirei por fim se tenho ou não intolerância/alergia à glúten logo em alguns dias (oficialmente) pois me sinto bem melhor sem glúten e sem dor de cabeça!!!
Uma meta já tracei em minha vida que com glúten ou sem, irei manter a dieta pois acredito que devemos incorporar tudo aquilo que nos faz bem!

Vale a pena ressaltar, orientar e pedir ajuda!!! Gostaria que as empresas/ prestadoras de serviço tivessem um pouco mais de respeito e carinho por quem possui esse diferencial. É extremamente difícil achar nos rótulos se o produto contém ou não glúten! Se eu aos meus quase trinta tenho dificuldade imagina uma senhorinha… Mas o que realmente aborrece é você consumir um produto que diz ‘não contém glúten’ e o determinado produto conter!!! Me desculpem mas é uma total falta de respeito! Acho até que é um mercado promissor pois contém muito pouca comida sem glúten, sem lactose no Brasil!


Paulo:

Descobri que tinha doença celíaca já adulto, em 2003. Depois de dois anos de sofrimento e várias consultas médicas sem resposta, descobri que não tinha nada grave. Sim, apesar do nome é fácil ser celíaco, em comparação a tantas restrições que existem por aí. Corte o glúten!!! No começo foi difícil. Entender o que não podia ser consumido, a tal da contaminação cruzada (falamos dela no dia 18!) e ter que explicar toda vez o que é a doença e quais os problemas (geralmente quando se está comendo). Apesar disso tudo, o efeitos causados pela doença eram tão impactantes na minha vida que cortar o glúten acabou sendo fácil e definitivo. Acho engraçado quando alguém me pergunta com surpresa: “- Nossa, o que vc come? Acho que se eu tivesse isso eu ia morrer!”. Eu simplesmente sorrio e digo: “Você gosta de arroz, feijão, legumes, verduras ou carnes? Então você iria sobreviver!” Claro que sinto falta de algumas coisas, sou de família italiana, acostumado a comer muita massa e o bendito pão italiano de domingo, mas descobrir que era celíaco me fez perceber que realmente podemos nos adaptar à tudo. Hoje com a proliferação das dietas sem glúten e com a doença sendo cada vez mais diagnosticada, a quantidade de produtos disponíveis aumentou muito. Existe substitutos para quase tudo. Massas, pães, biscoitos… até a querida cerveja está de volta ao jogo! (Não tem como não falar da cervejinha, né gente?) Claro que muitos destes produtos tem o valor mais elevado e alguns não tem o mesmo sabor, mas existe muita coisa boa e de fácil acesso. Eu costumo comprar uma massa de macarrão nacional, a base de arroz que é simplesmente sensacional. deli free macarrão sem glúten divella(O Paulo deu a dica pra gente!! o macarrão é o da Divella, olha aí na foto!!!). Todos que comem em casa mal percebem a diferença ou, em muitas vezes, acham melhor que a feita de trigo. Enfim, se você descobriu agora que é celíaco, não se desespere e acredite: você vai descobrir novos sabores e ter uma vida saudável.

Karine:

Graças a Deus não sou celíaca, mas intolerante à glúten…
O problema maior de uma alimentação sem glúten certamente é a falta de tempo aliada aos poucos produtos disponíveis, o que torna às vezes nossas refeições um pouco repetitivas e sem graça. Mas que também acontece com muitas pessoas que acabam não saindo do arroz e feijão!rs
No início a tapioca era minha salvação nos cafés da manhã, mas enjoa (e muito) (Olha Karine, aconteceu a mesma coisa comigo! O lance é tentar novas combinações, olha só as receitas de tapioca aqui!), depois fui salva pela crepioca ( que enjoa bem menos) (Opa! Passa a receita pra gente!), o pão de queijo é delicioso, mas não dá pra comer todo dia porque engorda… Pão, ah esse sim faz falta, um pãozinho francês com manteiga… Não descobri nenhum, nenhunzinho pão sem glúten realmente gostoso… Dá pra comer, mas não são gostosos… (Ká, se tiver a oportunidade vá conhecer a Lilóri, vai mudar sua opinião sobre o pãozinho!)
Macarrão é bem difícil acertar o ponto, já usei muito Urbano, Casarão, Tivva, é meio sem graça, mas quebra um galho! Agora bom mesmo, de verdade, como já era de se esperar é o Barilla sem glúten!👍barilla sem glúten(Outra dica de macarrão! Como não amar nossos convidados?) Esse tem até aqui em Boituva! Esse é um outro ponto que dificulta, nas cidades menores não temos muita opção de produtos para compra…
A minha sorte é que amooooo comida japonesa e o maridão manda muito bem!
A cerveja é uma covardia… Ela é realmente boa, mas não dá pra ir num churrasco e tomar 3 long neck de Daura por R$ 16,00 cada… É melhor tomar caipirinha de vodka, saque, etc…. Mas que dá saudades da cervejinha gelada dá! rs
Ainda bem que no inverno podemos brindar com muito vinho!
Bom acho que é só….
Parabéns pela iniciativa Má!
O blog tá lindo! Eu amei!!!!!

Eu quero fazer um super agradecimento aos nossos convidados incríveis que dividiram suas experiências conosco! Terei sempre uma opção sem glúten aqui em casa para vocês!
Eu adorei entender um pouco mais sobre o ponto de vista de outras pessoas! E você? Qual é a sua história? Conta pra gente!
E não esquece de curtir o 21 dias de… ! Beijos!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s